Voltar

Uma linguagem inclusiva 
 

por Beatriz Cannabrava
(educadora, fundadora e atual presidenta da Rede Mulher de Educação)

O uso de uma linguagem inclusiva no que se refere à questão de gênero é um exercício que exige uma permanente atenção. Falamos uma língua viva, portanto, em evolução constante. Já não se justifica dizer que a gramática exige o uso do masculino quando nos referimos a homens e mulheres. Vamos tentar não ocultar o feminino por trás do masculino? 

Há várias maneiras de fazer isso. Podemos utilizar o símbolo @ como uma “soma” de a + o,  tal como vem sendo feito por diversas publicações feministas para englobar o masculino e o feminino, como o Jornal Fêmea, do CFEMEA (Centro Feminista de Estudos e Assessoria). Em sua edição mais recente, de nº 123, por exemplo, encontramos na última página uma frase que bem caracteriza essa opção: “... @s empregad@s e trabalhador@s avuls@s que não têm carteira assinada...”

Outra alternativa é repetir as palavras no masculino e feminino, quando queremos abranger os dois gêneros. Por exemplo: Trabalhadoras e trabalhadores devem lutar pelos seus direitos na reforma da previdência.  

E temos também a rica possibilidade de usar os coletivos que são uma excelente opção para designar um conjunto de pessoas no qual há homens e mulheres: o professorado, em lugar de os professores; a população, em lugar dos povoadores, etc. 

Vejamos algumas possibilidades:

Em vez de...

 

Podemos usar...

Os homens

Os seres humanos

Os médicos

O corpo médico

Os idosos

As pessoas idosas

Os jovens

A juventude

Os eleitores

O eleitorado

Os descendentes

A descendência

Os assessores

A assessoria

Os coordenadores

A coordenação

Os diretores

A diretoria

Os chefes

A chefia

Existem ainda outros recursos, como no exemplo citado na publicação “Nombra em femenino y en masculino” editada pelo Instituto de la Mujer de España, relacionada ao  uso diário que cada vez mais pessoas fazem dos seus cartões magnéticos bancários:

Em vez de: Recomenda-se aos usuários dos cartões que os utilizem adequadamente, podemos dizer: Recomendamos que utilizem seus cartões adequadamente.