Início - A Instituição - Grupos Focais - Projetos - Assessoria - CursosBibliografia - Articulação - Cunhary - Fórum de Debates - Espaços Úteis - Segurança Alimentar - Fale Conosco

A Rede Mulher Publica:
livros e folhetos
sobre diferentes temas.

     Informações sobre condições e custos podem ser obtidas
pela tel/fax:: 011-3873-2803 ou
e-mail: rdmulher@redemulher.com.br

Fazendo Lobby

Guia para participação de delegados no processo de negociação e incidência na 1a Conferência Nacional de Comunicação CONFECOM
“Comunicação: meios para construçãode
direitos e de cidadania na era digital”

Um guia estratégico com o intuito de alicerçar o árduo e complexo processo de lobby a ser enfrentado por lideranças efetivas e potenciais, do Movimento de Mulheres e Movimento Feminista, rumo à 1ª Conferência Nacional de Comunicação (CONFECOM) – que se realiza em Brasília, de 14 a 17 de dezembro de 2009.
Jacira Melo, Nilza Iraci e Vera Vieira (Orgs)

Clic para obter o arquivo PDF

Dicionário da Era da Informação

O Dicionário da Era da Informação tem por objetivo ampliar o conhecimento sobre a terminologia adotada a partir da revolução das tecnologias da informação e comunicação (TICs). Dada sua complexidade, torna-se ainda mais difícil para a sociedade civil organizada – principalmente para as mulheres que nunca foram ‘treinadas’ para tais assuntos – incidir de forma estratégica, visando transformar a Sociedade da Informação em Sociedade do Conhecimento, quer dizer, fazer com que as TICs se tornem instrumentos de empoderamento das pessoas e comunidades, para o avanço de uma sociedade mais justa e igualitária.

Clic aqui para obter o arquivo PDF

Negócio de Mulher
Começar um negócio, transformando habilidades e talentos em renda, é um desafio para nós, mulheres, que crescemos ouvindo que "negócio não é coisa de mulher". Mas, este mundo conturbado por crises não permite que alguém fique de fora do mercado de trabalho. Como não há emprego, temos o desafio de criar formas de sobrevivência. Este livro da série Mudando o Mundo é um guia prático, destinado a grupos e entidades interessados em promover cursos e oficinas de capacitação para implantação de empreendimentos de geração de trabalho e renda.


Um outro jeito de ser

jeito.jpg (65166 bytes) Da série "Escola de Mulheres para a Educação Ambiental", apresenta os resultados do Laboratório nº 2, do Projeto, sobre
"Novas relações sociais entre homens e mulheres na produção de alimentos". ,
realizado em Curitiba, Paraná, em 1993
 

Mulheres, pragas e venenos

praga.jpg (54444 bytes) Relatório de estudo sobre os efeitos do uso de agrotóxicos nas mulheres que trabalham na agricultura e que vão além dos que afetam à comunidade rural em geral, preparado por Moema Viezzer, Ruth Takahashi e Vera Vieira. Mimeo, 1997. 
 
Relações de Gênero no Ciclo de Projetos

relacao.jpg (52325 bytes)

Organizado por Berlindes Astrid Küchemann, Moema Viezzer e Neusa Zimmerman é produto do curso de mesmo nome realizado em Brasília em 1996. É um manual de capacitação para a elaboração de projetos contemplando as relações de gênero. Mimeo, 1996
 
Superando Obstáculos nas estratégias
de Prevenção e Combate à
Violência contra a Mulher

supera.jpg (40551 bytes)

Documento resultante da Oficina de mesmo nome realizada em Campinas, São Paulo em 1998, é o resultado de um trabalho coletivo de mulheres que estão envolvidas no seu cotidiano na prevenção e enfrentamento da violência contra a mulher.

Se desejar a versão eletrônica desse documento, clic aqui para carregá-lo.

   

A organização da Obra é de: Denise Carreira (SP), jornalista e educadora social, presidente da Rede Mulher de Educação e coordenadora do projeto que resultou nesta publicação; Menchu Ajamil, consultora internacional e ex-presidente da Fundación Directa, organização não-governamental espanhola; e Tereza Moreira(DF), jornalista e publisher especializada na produção de materiais educativos nas áreas de gênero e meio ambiente, editora de Mudando o Mundo e sócia-educadora da Rede Mulher de Educação. A publicação de Mudando o Mundo: A Liderança Feminina no Século 21 contou com o patrocínio do Instituto de la Mujer e do Unifem. O evento de lançamento tem o apoio da Agencia Española de Cooperación Internacional - AECI, da organização não-governamental Ação Educativa, do Progetto Sud Uil - Brasil, do grupo Tarsila Instrumental e de Lenisa - Planejamento Visual. 

Publicação enfoca temas primordiais para a
formação de lideranças transformadoras

Por que tão poucas mulheres ocupam cargos de chefia e direção no mundo? Quais são os obstáculos que enfrentam para exercer em maior número a liderança nos mais diversos espaços sociais? Como superar tais obstáculos? Afinal, que poder querem as mulheres?

Estas questões constituíram o ponto de partida para a elaboração deste livro. Em busca de pistas para lidar com uma realidade tão complexa, as autoras garimparam respostas em fontes bastante diversas: da educação popular feminista latino-americana às modernas teorias de gestão organizacional; da sistematização de experiências de líderes populares brasileiras ao que vem sendo produzido por pesquisadores e pesquisadoras, meios de comunicação, grupos e organizações sobre a realidade de mulheres em diferentes campos sociais.

Como resultado, construíram um painel dos principais temas que envolvem a formação das chamadas lideranças transformadoras, pessoas comprometidas com a mudança nas relações sociais entre mulheres e homens e a construção de uma sociedade mais justa, digna e cidadã.  

 
Mudando o Mundo com as Mulheres da Terra
A cada edição deste encarte, você entrará em contato com notícias e dados sobre a formação de lideranças trabalhadoras rurais e  extrativistas. Faça bom uso dele. Você pode copiar os textos de seu interesse e distribuir para outras mulheres, colocar no jornal mural do sindicato, da comunidade, da igreja, divulgar pelo rádio ou no jornal do seu município.

Formar lideranças transformadoras no meio rural significa lutar por um "outro jeito de ser" na agricultura, na questão do uso e ocupação da terra, no meio ambiente e na forma de se fazer política. Por isso, a Rede Mulher de Educação dedica o ano 2000 a formar lideranças entre as trabalhadoras rurais e extrativistas de três estados: Tocantins, Minas Gerais e Paraná.

Visando capacitar para a gestão do projeto em parceria, a Rede Mulher de Educação realizou uma oficina em Toledo, no Paraná, entre os dias 23 e 26 de março. Neste encontro foi possível para as participantes visualizarem: o quadro geral do projeto, com os produtos previstos, suas funções e atribuições no mesmo, além se capacitarem para a gestão financeira e para a elaboração de um cronograma de trabalho em comum. Nessa oportunidade, foi possível fazer os acertos finais e a assinatura de contratos e realizar diversos encontros com a comunidade local.

Entidades em parceria

Secretaria da Mulher - Conselho Nacional dos Seringueiros::

Com sede em São Miguel do Tocantins (TO), atua em sete estados amazônicos. Trabalha principalmente com extrativistas de coco babaçu, borracha, castanha e com mulheres atuantes em sindicatos, associações e cooperativas. Articula-se com organizações de mulheres da Amazônia e com várias entidades que lutam pela melhoria da qualidade de vida associada à conservação da natureza. Seu objetivo é ampliar a participação de mulheres nos postos de direção e nas instâncias de decisão dessas entidades.

Comissão Estadual das Mulheres Trabalhadoras da FETAEP::

A CEMTRA está formando lideranças regionais para atuar junto a mais de 20 mil mulheres agricultoras do Estado do Paraná. Ligada à FETAEP, que está organizada em 10 micro regiões sindicais, a CEMTRA conta hoje com uma coordenadora e duas suplentes que atua junto à diretoria da Federação. Em cada micro-região estão sendo formadas coordenadoras, responsáveis pela capacitação de trabalhadoras rurais (pequenas produtoras familiares, assalariadas e diaristas) dos sindicatos ligados à FETAEP.

Associação Rural Artesanal Mãos Mineiras:

Especializada em artesanato com reaproveitamento de materiais, atua em Lima Duarte, Minas Gerais. É composta por cerca de 35 famílias rurais, tendo estabelecido conexões com várias instituições locais, regionais e internacionais, como a rede de economia solidária, universidades, movimento de mulheres e federações sindicais. O grupo tem parceria com a rede Cooperatione Terço Mundo, da Itália, para a comercialização de sua produção na Europa, e possui grande capacidade de inserir a temática gênero e liderança em espaços ampliados.

Equipe do projeto

Responsável pelas atividades gerais
Moema L. Viezer: diretora do projeto pela RME - Vera Vieira: finanças - Salete Parolin: secretária

Representantes institucionais dos subprojetos
Raimunda Gomes da Silva: titular da Secretaria da Mulher/CNS • Vitória Maria Delgado de Almeida: presidente da Associação Mãos Mineiras/MG • Jacy Vanz Perin: coordenadora da CEMTRA/FETAEP/PR

Cordenadoras dos subprojetos
Tocantins:
Sandra Monteiro, assessora da Secretaria da Mulher do CNS
Minas Gerais:
Valéria Barreto, integrante da Associação Mãos Mineiras
Paraná:
Esther Lemos Hein, professora da Unioeste, e Lucilda Girardi, auxiliar do subprojeto pela CEMTRA/FETAEP

Equipe do diagnóstico
Paraná:
Marcelo Grondin Nadon
Tocantins:
Sandra Monteiro
Minas Gerais:
Andréa Pereira

Equipe dos materiais educativos
Materiais escritos: Tereza Moreira • Programas de rádio: Nina Magalhães e Mara Régia di Perna • Vídeo: Berenice Mendes

O projeto é financiado pelo BID

Este projeto é financiado pelo BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento, por meio do Prolid – Programa de Promoção da Liderança da Mulher. Este programa, coordenado por Ana Maria Brasileiro, tem como áreas prioritárias a formação de lideranças femininas na política, no meio empresarial e nas organizações da sociedade civil da América Latina e Caribe.

Mudando o mundo com as mulheres da terra:
A participação das mulheres trabalhadoras rurais na organização sindical

Diagnóstico do sub-projeto Paraná, do Projeto de  Formação de líderes trabalhadoras rurais e extrativistas, realizado pela Rede Mulher de Educação e patrocinado pelo Prolid/BID.

A publicação esteve a cargo do Convênio Rede Mulher de Educação/ FETAEP-CEMTRA.

Contou com a participação da UNIOESTE – Universidade Estadual Oeste da Paraná e o apoio da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado do Paraná, do Ministério do Trabalho e Emprego e do FAT – Fundo do Amparo ao Trabalhador.

Mais informações: fetaep.sec@onda.com.br

VEM PRA RODA! VEM PRA REDE! – Guia de apoio à construção de rede de serviços para o enfrentamento da violência contra a mulher

É uma publicação de autoria de Denise Carreira e Valéria Pandjiarjian , realizada pela Rede Mulher de Educação – RME, com o apoio da GTZ – Cooperação Técnica Alemã e do Unifem – Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher. A publicação é resultado dos projetos “Superando Obstáculos nas Estratégias para o Enfrentamento à Violência contra a Mulher”,  desenvolvidos pela RME em 1998 e 200, com o apoio da GTZ, que permitiram a realização de duas oficinas com pesquisadoras, ativistas e gestoras de programas e serviços vinculados à problemática.

Você pode ler o arquivo pela Internet ou gravar em seu computador para impressão: clique aqui para obter o arquivo PDF.

Se você não tiver o Adobe Reader, clique aqui para fazer download.

 

OS ATIVOS DAS MULHERES

 
Um importante instrumento para lideranças de organizações ou grupos que desenvolvem atividades com mulheres em suas comunidades, requerendo, portanto, elementos para idealizar e formular estratégias que lhes permitam ampliar seus ativos e impulsionar seus projetos, intercambiando experiências, reconhecendo e valorizando seus recursos e gestionando apoios.